domingo, 2 de junho de 2019

Oi sumida...

Essa semana eu estava me cobrando por não ter um hobbie, mas, eu havia me esquecido que, por muitos anos, escrever foi um dos meus maiores hobbies. Sempre escrevi com muita facilidade e isso sempre me ajudou muito. Criei meu primeiro blog à cerca de 15 anos e desde então sempre escrevi regularmente, sobre qualquer coisa, principalmente coisas da minha cabeça. E, por algum motivo, transformei esse hobbie em algo difícil, e fui deixando de lado (como tudo em minha vida, ok não estou aqui pra me cobrar).

O que essa ridícula está falando? Fica meses sem aparecer aqui e, quando aparece, começa a falar como se nada tivesse acontecido. 

É verdade. Me desculpem por isso. Deixei histórias e projetos pela metade. Mas, deixa eu me explicar. Nos últimos meses, muitas coisas aconteceram na minha vida, muita coisa mesmo. Coisas que ainda estão sendo processadas, digeridas, organizadas.



Eu comentei aqui que muitas coisas mudaram depois que fiz o caminho, né? Interna e externamente. Coisas que levaram um tempo até eu tomar coragem para colocar em prática e outras coisas que ainda estão sendo processadas.



Então agora deixa eu abrir meu coraçãozinho para vocês entenderem porque eu sumi e me perdoarem. Pra início de conversa, terminei um relacionamento de 10 anos. Pois é. Foi uma coisa muito difícil e desgastante, que exigiu (e ainda exige) muito de mim, principalmente emocionalmente. Talvez algum dia eu fale aqui sobre a motivação que me levou a tomar essa decisão. Mas, hoje ainda não é o momento. Porém, com isso vieram outras coisas como: mudança de casa.

Mudei de apartamento, ainda estou mobiliando e terminando de me ajeitar. E isso também me consumiu muito. Ainda estou num processo de me encontrar no meio de tudo isso. Eu sempre fui uma pessoa que amou ficar sozinha e ter meu espaço, então, mesmo parecendo um tanto cruel, essa não é a parte mais difícil do processo, tenho que ser sincera.

E tudo isso fez eu passar a conhecer uma outra Aleide, mais madura e bem resolvida (e muito mais forte do que eu imaginava). Pensei até em escrever um pouco aqui sobre o meu diário de mudança e casa nova. Contar coisas sobre: como eu carreguei caixas, montei móveis e matei baratas, tudo sozinha. Como aprendi a ser criativa e cozinhar sem ter panelas. E como aquelas minhas sessões de desapego me ajudaram a viver num estilo minimalista em um micro apartamento.

Muita gente disse que eu era louca em fazer o que estou fazendo, muitas quiseram que eu voltasse pro sul, mas eu acredito que estou no lugar certo, no momento certo. Pode ser que daqui 1 ano eu me mude, não sei. Só sei que que agora eu quero estar aqui e aprender o que eu tiver que aprender.

Posso dizer que estou satisfeita. Tento não me cobrar muito, é claro que toda essa mudança me tirou o equilíbrio, me tirou a rotina e, em alguns momentos, o chão. Mas, eu resolvi dar esse passo e agora vou seguir os sinais que o universo tem pra me dar. E isso me fez conhecer tanta gente legal, me tornou uma pessoa mais aberta, mais receptiva.

Vejo uma lista de coisas pra melhorar, claro, mas eu estou em paz, em meio ao caos (isso da letra de música gente haha). Fiz minha iniciação no reiki e estou com uma lista de outros cursos engatilhados. Estou no processo de venda do meu apartamento no sul (e isso vai ser chave importante nas próximas mudanças que virão).

E uma coisa que quero resgatar é meu hobbie de escrita. Escrever sobre qualquer coisa, só colocar pra fora tudo o que ficar aqui na minha cabeça. Retomar meu livro, ler mais também. Tudo aos pouquinhos, sem ter onde chegar, sem cobrança ou ansiedade. Um passo de cada vez. Fazer o que a Aleide quer, o que a Aleide gosta, sem me importar ou esperar algo de alguém.

Estou de volta amiguinhos <3 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...