segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Viaje pra Dentro - Valores Repelentes

Faz umas semanas que eu assisti uma live de uma Coach que eu gosto muito chamada Debs Aquino, e ouvi ela falando sobre valores repelentes.

Valores repelentes? O que é isso. Havia sido a primeira vez que eu ouvia falar sobre aquilo, então fui pesquisar a respeito e achei muito interessante. Fiz uma enquete no Instagram do @comida_e_mochila pra ver se vocês já estavam familiarizados com esse assunto, e descobri que era tão desconhecido pra vocês quanto era pra mim. Então resolvi incluir esse tópico aqui no VPD.

E ta-dã, hoje vamos falar sobre Valores Repelentes: o que são, onde vivem, do que se alimentam?



Bom, na segunda semana desse projeto a gente fez a nossa lista de valores, ou Valores Atraentes. Ou seja, aquelas coisas bonitinhas que justificam nossas ações. Como você já deve estar imaginando, Valores Repelentes são aqueles que a gente evita, que a gente quer longe, repele.

"As pessoas farão mais para evitar a dor do que alcançar o prazer..." - Anthony Robbins

É interessante entender que em primeiro plano evitamos a dor a qualquer custo. Ou seja, em determinadas situações a gente passa por cima dos novos valores para evitar a dor, evitar os valores repelentes. Entendem onde quero chegar?

É importante conhecer nossos valores repelentes para saber porque agimos de determinada maneira em algumas situações, inclusive, passando por cima do que achamos certo, saber porque travamos, procrastinamos, etc. Isso porque, em muitas situações, existem valores conflitantes que acabam causando constrangimento, sofrimento e tensão na nossa vida. 

Mas, nem sempre os valores repelentes são vilões, em algumas situações eles são bons, nos colocam em ação. Por exemplo, se um dos nossos valores repelentes é o fracasso, por exemplo, para evitarmos o fracasso, a gente dá o nosso melhor no que faz, estuda, e está sempre buscando maneiras de melhorar.

O problema é quando valor repelente nos paralisa, faz com que a gente deixe de agir, deixe de fazer aquilo que a gente precisa pra realizar um sonho, pra finalizar (ou inicia) um projeto. E são esses pontos que a gente precisa identificar e trabalhar. No exemplo acima, pra evitar o fracasso, não fazemos nada de novo, nada que nos coloque à prova.

Então, como vocês já devem imaginar, o exercício da semana é fazer a sua própria lista de valores repelentes. Identificar se eles te impulsionam ou te reprimem? No fim, compare a lista de Valores Repelentes com a lista de Valores Atraentes, eles podem estar te sabotando a chegar onde você quer chegar? 

Como identificar os valores repelentes:

- Faça perguntas como: o que é que você menos gosta de sentir? O que faz desistir ou continuar? O que te faz ou faria abrir mão de parte do que chama de si mesmo para alcançar um objetivo maior?

- Exemplos de valores repelentes:  Medo, Culpa, Depressão, Frustração, Rejeição, Raiva, Humilhação, Fracasso, Solidão, etc.

Assim como você fez na lista de Valores Atraentes, depois que você identificou (pelo menos) 5 valores repelentes, coloque eles na ordem de mais importância para o de menos importância.

É interessante analisarmos as nossas duas listas e percebermos a forma como estamos a agir diante de situações de confronto com estes dois polos. Se colocamos em primeiro lugar a humilhação, certamente vamos evitar situações em que nos expomos. Se é a solidão, isto pode levar a que sejamos uma pessoa apegada, protetora e estar sempre rodeado de amigos (de uma forma boa ou ruim).

Veja esse exemplo que eu peguei no blog Adriano Lachovski:
Suponha que temos um indivíduo que tem como um de seus primeiros valores em um total de seis – a segurança – e como primeiro valor repelente em três– a humilhação – Quando esse indivíduo for convidado naturalmente a saltar de paraquedas, certamente negará a aventura, pois prima muito por segurança. Agora, se no mesmo caso, suponhamos que por uma comoção nacional, onde aquele salto se realizado, traria um grande benefício à pátria, pois está sendo esperado com fervor pelo povo que ele salte... Pois se não saltar, será humilhado por toda a população...Adivinhe? - Não tenha dúvidas, ele vai lá e salta. Passando por seu valor maior - a segurança - pois jamais suportaria conviver com todas as pessoas humilhando-o.

--------------------


Saiba que podemos reprogramar nossa mente e mudar nossos valores a fim de conseguir alcançar nossos objetivos. É difícil e exige treino, mas, é possível. 

Quer saber mais sobre o assunto? A dica de livro da semana é o 'Desperte o Gigante Interior' do Anthony Robbins que fala justamente sobre isso.

Fiquem ligados no Instagram que eu vou compartilhar a minha lista de valores repelentes com vocês e quero ver a de vocês também :)


Um beijo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...