sábado, 25 de agosto de 2018

Finalmente 30

Nesse exato momento, há 30 anos, eu nasci. E desde então tanta coisa aconteceu. São quase 11 mil dias, mais de 260 mil horas. Tempo esse que eu estava ocupada crescendo, sorrindo, aprendendo, sofrendo, comendo, dormindo, amando.

30 anos e eu me sinto em minha melhor fase, no meu auge.

Esse é um daqueles marcos na nossa vida, o marco da vida adulta. Quando a gente nota que não é mais tão nova pra certas coisas, e mesmo assim, não é tão velha assim.



Idade essa que nos faz pensar em todos os nossos sonhos de criança e de adolescente que a gente imaginou ter realizado antes dos 30 e até agora nada. Mas, também, olha quantas outras coisas incríveis a gente já fez?

A gente costuma sempre fazer lista de desejos, lista de sonhos. E isso deixa a gente meio ansioso e até meio frustrado, né? Nada conta se planejar. Mas, eu sou a favor de criar listas de realizações. Escrever tudo o que a gente fez nesse último ano. E vibrar por cada uma delas, se parabenizar por ter concretizado tantas coisas.

E aniversário é o nosso ano novo, né? Por isso que é uma data em que a gente sonha tanto, renova energias, recebe e dá energia boa.

Mas, e se a gente tivesse essa mesma fome de vida, essa mesma felicidade em todos os outros dias do ano?

Essa semana eu ouvi isso de uma coach: "E se todo dia, ao acordar, a gente acordasse e cantasse parabéns pra vida? E vivesse todos os dias como se fosse o dia do nosso aniversário?"

Vamos ter o mesmo brilho dos olhos todos os dias ao acordar, pegar nossos planos e sair por aí cheios de garra para realizar.

Sei que por muitas vezes a gente cai na crise dos 30 e não sabe bem onde se encaixa, mas, o que importa é nunca perder a vontade de viver e o amor por todo tipo de expressão de vida.

Bom dia VIDA: 1/365! #AleideFaz30


Um beijo e parabéns pra mimmmmm!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...