sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Quase 30

Então é isso... Chegou os 29. Se a vida fosse como eu havia previsto na adolescência, eu teria meu apartamento e meu carro com 18 anos. Bem que a minha mãe tentou me alertar: "A vida não é fácil assim."



Os 29 chegaram e com ele meu novo ano. O que mudou? Tudo mudou. Tudo mudou mesmo. Me tornei alguém bem longe do que eu pensava. Na verdade, minha criatividade não ia muito longe naquela época. Eu me contentava em trabalhar numa sala com uma mesa, um computador e ar condicionado.

Hoje? Hoje eu quero ar livre. Que é o que eu menos tenho no meu dia a dia.



De acordo com as cartas de tarot, eu estava atravessando um período de dúvidas (não me diga?). E que, nesse ano novo eu entro num momento de direcionamento. Será? Direcionamento é o que eu mais preciso nessa vida.

Com os 29 anos vieram algumas ruguinhas, uns cabelos brancos, um metabolismo preguiçoso e dores nas costas. Mas também vieram muitas aventuras, muitas conquistas, muitos amigos e histórias incríveis.

Eu sou muito grata pela minha vida e por tudo o que tenho e sou. Jamais sonhei em chegar aonde cheguei e não estou nem um pouco perto de parar. Peço a Deus muita saúde, força e sabedoria. E muitos outros mais 29 anos (pelo menos mais 2, vai?) pra poder fazer muito mais.

Minha mãe sempre me ensinou que o dia no aniversário é um dia muito especial, não importa quantos anos esteja fazendo. Afinal, é mais ummmm ano! E não menos um. Então, eu sempre pego dia de folga e não deixo nada atrapalhar meu dia especial. Gosto de passar ele junto com as pessoas que amo, fazendo algo que eu goste.

E esse ano não foi diferente. Passei o meu aniversário com a minha família: meu noivo, meu irmão, cunhada e sobrinhos. E também, com meus amigos. Sem eles meus dias não seriam tão leves. Se tem uma coisa que eu sempre paro, penso e agradeço são: minha família e amigos. Me fazem rir, me ajudam, me levantam e fazem parte da minha história. Me fazem minha melhor versão. Não seria nada sem eles ao meu lado.

Comecei meu ano novo em grande estilo: No almoço fui no meu restaurante favorito: Abbraccio. E na janta fui no restaurante que é, basicamente, minha segunda casa: Outback.

E agora, com a sacolinha cheia de planos, espero ter um ano incrível e abençoado.

Lá vou eu.

Falta 1 ano pro meu caminho de Santiago. Tenho um ano pra mudar de vida completamente. Me ajudem a manter o foco.

Um beijo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...