segunda-feira, 18 de julho de 2016

Wendy's no Brasil

Depois de muita espera, a famosa rede de fastfood americana chegou ao Brasil com tudo. Conhecida por ter o Drive Thru mais rápido do mundo e por seu hambúrguer quadrado, o Wendy's é uma rede americana que existe desde 1969.



Seu famoso lanche, o baconator vem com duas carnes quadradas e, claro, muito bacon.

Eu havia experimentado os lanches do Wendy's em uma de minhas viagens para os EUA e pude notar algumas diferenças entre la e a proposta que foi feita para o Brasil, que vou contar mais pra frente aqui nesse post.

Bom, vamos lá. A primeira loja loja, inaugurada dia 13 para convidados e dia 14 para o público em geral, fica localizada na Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 1201. Em breve irá inaugurar uma nova loja na Av. Funchal, pertinho da estação de trem Vila Olimpia.





A loja me lembrou muito um restaurante do Shake Shack que eu fui em Nova York, tudo de madeira, bem arrumadinho, bonitinho, sabe? Diferente do que se espera de um fast food.



Eles abrem as 7:00 da manhã para o café da manhã, no restaurante existe um balcão para pedidos de cafés, pão de queijo, tortas e um cardápio específico do café.



Durante a semana a cozinha para os lanches abre ao meio dia e no domingo abre as 11h. Aí existe um corredor onde ficam os caixas para se fazer o pedido e um cardápio específico dos lanches.







Você escolhe o pão, e aí está uma das diferenças entre os EUA, que aqui tem a opção de lanche com pão francês, pão quadrado de gergelim e pão integral. Nós pedimos o pão com gergelim, que é bem menor do que o pão francês.



Você tem a opção de pedir o combo com bebida e batata ou só o lanche. No combo você pode mudar a batata tradicional, por uma batata com chilli e cheddar. E de bebida tem vários refrigerantes da Coca e suco de caixinha. Além, claro o Frosty e os Milkshakes.

Nós pedimos um baconator pra cada um, uma batata comum e uma batata com chilli, uma sprite e um suco de uva. Pagamos nosso pedido e pegamos nosso pager.



Existem dois salões, um em cima e outro embaixo. Nós optamos por mesa no salão de cima, como estava vazio, a gente pode escolher.



Uma coisa interessante é que o lanche só começa a ser preparado depois que você coloca o pager sob a mesa onde você irá fazer sua refeição. O sistema deles avisa que você já está sentado esperando a refeição, então, assim que você senta, eles já trazem sua bebida e logo em seguida seu lanche. Sem precisar ficar gritando, procurando ou esperando o lanche no balcão. Além disso, se o restaurante estiver cheio, evita que seu lanche esfrie.

Outra diferença entre os restaurante dos EUA é que aqui não tem refil, você paga pela bebida e precisa comprar outra se quiser mais. Nos EUA, todas as lojas possuem uma máquina freestyle com todos os tipos de bebidas da Coca que você possa imaginar, e free refil.

Escolhemos nossa mesa, sentamos e logo já chegou nossa bebida e nosso lanche, foi bem rápido mesmo.






O lanche é pequeno, mas, acredito que eu tive essa impressão por conta do pão, talvez se eu tivesse pegado o pão francês eu teria achado o lanche bem grande hehehe. Mas o sabor é delicioso, o bacon vem bem crocante, o molho é saboroso e a carne é suculenta (poderia até ser um pouco mais suculenta hahaha).

A batata comum é bem crocante e gostosa. Já a batata com chilli deixou um pouco a desejar. Eu esperava um Chilli picante e saboroso, mas, era uma carne moída comum hehehehe.

Nas mesas tem uma cesta com várias opções de molhos, além do ketchup, maionese e mostarda. As pimentas são deliciosas.


No piso superior, além do salão de refeição, possui banheiros e uma sala de jogos com mesa de pebolim, videogame e mesas pra desenhos, pra crianças menores.




Em todo o restaurante tem quadros contando história da rede e com frases sobre a preparação de seus alimentos. O banheiro é grande e limpo, e tem protetor de acento pra felicidade das mulheres hahahaha.



Resumindo, Wendy's está aprovadíssimo e eu estou muito feliz que ele tem vindo para o Brasil hehehehehe.

Na saída, o responsável pela rede no Brasil, que é nascido no Brasil, mas, viveu 31 anos nos EUA, veio conversar com a gente, perguntar o que achamos e ter um feedback com sugestões e críticas.

Foi muito legal conversar com ele e ter uma idéia de suas expectativas. Falamos sobre o pão e o refil de refrigerante. Ele nos disse, com seu sotaque carregado, que tem vontade de trazer a máquina de bebida para o Brasil porém, aqui não existe a tecnologia e nem quem faça manutenção no aparelho, por isso que existe essa dificuldade. E o pão, foi uma ideia inovadora deles, colocar um pão artesanal quadrado, porém, as vezes ele vem menor do que deveria do fabricante.

Quem aqui já experimentou? O que acharam?


Um beijo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...