quinta-feira, 21 de abril de 2016

Como é ficar no Ameritania Hotel em Nova York

Escolher hotel em Nova York se mostrou uma tarefa nada fácil. É difícil escolher localização, o preço é alto e a qualidade é questionável.

Depois de muito pesquisar, cheguei a conclusão que a melhor localização seria perto da Times Square, por ser perto de tudo e economizar dinheiro e tempo para ir aos lugares (já que eu estava a pé). Mas, nessa localização os preços são sofríveis. E foi aí que eu optei por reservar meu hotel no Hotwire. Dessa maneira eu pegaria hotel na região que eu queria e pagaria menos do que se eu reservasse o hotel diretamente.

Então, na roleta russa, o hotel escolhido foi o Ameritania. Que fica super bem localizado, entre o Central Park e a Times Square.



Antes mesmo de sair do Brasil, eu entrei em contato com o hotel para tirar algumas dúvidas. Como a gente ia chegar cedo (antes do horário do checkin) eu perguntei se podia deixar minhas malas na recepção, responderam que sim. Depois, perguntei se eles recebiam pacotes em meu nome e eles responderam que sim e que não tinha taxa adicional. Perfeito.



Então, vamos aos prós e contras do hotel. Como é ficar no Ameritania Hotel em Nova York:

Prós:
- Conseguimos checkin cedo - Chegamos cedinho no hotel para deixar as malas e eles deixaram a gente subir pro quarto.
- Cama delícia - Cama super confortável com cobertas bem boas que não dava mais vontade de levantar
- Banheiro bom - Espaçoso, com ducha e duas pias grandes
- Quarto bom - Tamanho bom, tv, mesa, completinho
- Excelente localização - Perto de metrô, times square, central park, tem como ser melhor?
- Academia - Tem uma academia bem equipada no subsolo
- Porteiros gente boa - Todos os porteiros eram amigáveis e prestativos



Contras:
- Problema com ar condicionado - Nosso termostato não estava funcionado e, numa certa noite, o quarto começou a esquentar e ficou insuportavel. Chamei na recepção alguém pra ver o problema várias vezes e ninguém veio. Saímos pra passear e quando voltamos, eles não tinham conseguido arrumar, então, deixaram a janela do quarto aberta hahahaha. Ligamos novamente na recepção e vieram ver o que poderiam fazer e a solução foi deixar o ar-condicionado desligado, se ficasse muito frio, era só ligar ele de novo na tomada hahahaha. Parece piada, mas não é.
- Problema com a tranca da porta - De uma hora para outra a tranca do nosso quarto parou de funcionar, não lia mais nenhuma chave. E demorou um tempão para conseguirem arrumar. O cara que fez o serviço ficou todo sem jeito e pediu várias desculpas (diferente do pessoal da recepção que fingiu que nada aconteceu).
- Queriam cobrar taxa para receber mercadoria - Lembra que eu falei no começo do post sobre um e-mail que eu enviei pro hotel, perguntando se eles recebiam mercadoria e eles responderam dizendo que recebiam sem taxa adicional? Pois é, na hora do checkout eles queriam cobrar 5 dólares por caixa. Sorte que eu tinha o e-mail comprovando, depois que eu enviei o e-mail para o recepcionista, ele cancelou a cobrança.
- Atendimento ruim na recepção - Ao contrário dos porteiros que eram super gente boa, os recepcionista era desagradáveis e não estavam dispostos a ajudar, mas, eu já sabia que seria assim, de acordo com vários relatos que li, é comum esse tipo de atendimento em NY.
- Problema no elevador - O hotel tem 3 elevadores e só 1 deles leva para a academia. E ele resolveu dar problema. A porta abria e fechada umas 3 vezes até que ele resolvia descer. Avisei na recepção e fui ignorada. Uns três dias depois eles resolveram olhar o problema.
- Reformas - Não chega ser um ponto ruim, afinal, eles precisam fazer reformas as vezes, né? Mas vários dias eu cheguei no hotel e tinha escada, lona, e várias coisas de reforma no meio do caminho na entrada da recepção.

Outras informações: 
- Nesse elevador com problema aconteceu uma coisa bem doida. Ao lado do hotel tem uma loja bem legal que vende tocas e luvas. Um dia eu entrei no elevador e ele é desses que tem porta dos dois lados, sabe? Entrei por uma porta, ela fechou e abriu a porta de tras. A porta dava para um mundo obscuro com escravos chineses costurando tocas e luvas pra loja hahahaha. A parte dos escravos é brincadeira, mas, foi bem bizarro.
- Normalmente tem coisas pra vender nos quartos de hotel, snacks, bebidas, etc. Mas nesse hotel safadinho tinha kit bizarro estilo sexshop. Bem loko.




Bom, essa foi a minha experiência no Ameritania Hotel em Nova York. Conta a sua experiência pra gente.

Um beijo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...