terça-feira, 17 de novembro de 2015

Caminhada pelo Vulcão Villarica

Todos os dias dessa viagem foram incríveis, mas, eu acho que nesse dia eu parei e pensei: What? É verdade isso mesmo? Me belisca.

Acordamos cedo e fomos tomar café no hotel. O nosso hotel tinha um café bem gostoso, com bastante opção de delicinhas. Mas, o café mesmo, a bebida café, essa deixava a desejar. Não só nesse hotel, como em todo o Chile. Foram raros os lugares onde tinha um café gostoso. A maioria dos lugares tinha apenas café solúvel da Nestle. Pra ter uma ideia, eu vi uma pessoa pedindo café no restaurante, e o dono trouxe água e um pote de nescafé. Nos hotéis era assim também, só nescafé.

Depois do café, preparamos um lanchinho e água para levar na nossa caminhada pela vulcão. Na hora marcada, vieram nos buscar no nosso hotel para nos levar até a agência, onde trocamos de roupa e colocamos nossas coisas na mochila que a agência empresta para o passeio. Não esqueça de levar comida, água, filtro solar e óculos de sol.



Na agência, devidamente trajados, conhecemos o casal de brasileiros que ia fazer o passeio com a gente. O nosso guia, o Ricardo, era muito divertido. Assim que ficamos prontos, ele nos colocou na van e fomos até os pés do vulcão.



No caminho ele foi nos contando várias histórias divertidas, inclusive do porque os brasileiros chamavam ele de Ricardão hahahahaha.

Chegando lá, ele nos ajudou a colocar as raquetes e nos ensinou como andar. E em pouco tempo a gente estava caminhando. Andar com as raquetes não é muito fácil, mas rapidinho se pega o jeito.



Gente, eu não conseguia acreditar que estava lá, nos pés de um vulcão, com toda aquela beleza em volta. Era demais pra mim. Queria parar a cada 2 minutos para tirar fotos. Mas, se fosse assim, talvez eu ainda estivesse la hahahaha. De vez enquanto a gente fazia paradas pra descansar, tomar água e tirar fotos.



Teve uma subida super íngreme que foi bem difícil, achei que não ia conseguir. A neve estava fofa demais, a subida era difícil, estava cedendo, foi um sufoco. Mas, conseguimos. Acredito que esse caminho seja mais fácil fora do inverno. A neve fofa dificulta muito o percurso.

No dia que a gente foi estava ventando MUITO. Teve um momento que eu achei que ia ter um ataque de asma. Não conseguia respirar. Alto, frio, vento e pouco oxigênio. Sorte que eu pensei rápido, me acalmei e logo minha respiração voltou ao normal.



Logo depois daquela subida difícil, a gente parou para descansar. Eu tirei toca, capuz, tudo. Estava suando demais. 15 minutos depois eu achei que ia perder a orelha hahahaha e coloquei tudo de novo.

Achamos um lugar protegido do vento e paramos para lanchar. A vista era até ridícula de tão perfeita. Atras de nós, o pico do vulcão Villarica, a nossa frente, o vulcão Lanin (eu acho haha, era outro vulcão).



Depois que comemos, descansamos e tiramos fotos, continuamos a caminhada. Só que agora sem as raquetes. Como o vulcão Villarica havia entrado em erupção no começo do ano e ainda estava instável, por segurança, o governo vetou a subida até a cratera. Podendo subir somente até 1500m. Quando chegamos nessa altura, começamos a descer.

A descida é muito legal, porque a maior parte dela é feita em ski bunda hahahaha. O primeiro ski bunda foi assustador. Ninguém sabia como era e não dava pra ver o final. Tinha que ir e rezar que ia dar certo hahahaha. Além de ser bem alto.

Mas os próximos foi só alegria. Eu já estava toda faceira hahahaha. Descemos rapidinho. Mas a cada passo, um suspiro, a vista era linda demais. Uma das mais belas que eu já vi. Indescritível. É um passeio que vale a pena com certeza.



Terminamos a decida. Voltamos para o carro e fomos para a agência. Chegando lá, trocamos whatsapp e contatos no facebook e fizemos um brinde com pisco sour. Muito legal, mas eu fiquei bêbada, pra variar hahahaha.

Voltamos para o hotel, pegamos o carro e fomos em direção às Termas de Huife. Afinal, nada melhor do que, depois de um passeio na neve, se esquentar em águas termais né?



As termas de huife ficam a cerca de 35km de Pucon. O caminho é todo asfaltado e muito fácil, além de lindo, claro. Pagamos 12 mil pesos de entrada e, como eu esqueci de levar a toalha de banho, compramos um jogo de toalhas (1 banho e 1 rosto) por 3500 pesos na recepção.

Com o valor da entrada se pode aproveitar das 3 piscinas externas e 1 piscina coberta o tempo que quiser. A piscina coberta chega a quase 40ºC. É tão bom e relaxante que, mesmo estando quase 0º do lado de fora, você nem sente. Ficamos horas ali, até mão ficar bem muxinha. Fomos na piscina do lado de fora que tem a vista linda para a floresta e um rio com correnteza de águas gélidas. Estava começando o por-do-sol, imaginem o visual: água quente, fumaça, sol baixinho, eu e meu amorzudo. Demais.



Conhecemos uma família metade chilena e metade americana muito simpática, com um menino doidinho que ficava se molhando na água gelada do rio e depois caía na água quente da piscina hehehe.

Depois da experiência maravilhosa, super relaxados, voltamos pro hotel e pegamos uma dica de restaurante com o recepcionista. E ele indicou o Coppa Kabbana, pertinho do hotel. Aproveitamos para experimentar La Chorrillana, que é uma super porção de batata frita, salsicha, ovo, e mais um monte de coisas. E adivinha? Pedindo esse prato pra duas pessoas, ganhava 2 chopps. E lá estava eu, meio bebada de novo hahahahaha. Quase virei uma alcoólatra nessa viagem, gente!



E mais um dia se finaliza nessa viagem linda <3


Um beijo


Saiba mais sobre a viagem:

Preparativos para a viagem ao Chile
Roteiro de viagem para o Chile com neve
Como é viajar pela Sky Airlines
Indo para o Chile
Conhecendo os pontos turísticos de Santiago
Um dia de muita neve em Farellones
Cerro Santa Lucia e Shopping Arauco em Santiago
Vinicola Concha y Toro
Como é viajar de Turbus pelo Chile
Pontos turísticos em Viña del Mar
Por que você deve conhecer Pucón
Passeio em Pucón com a agência Politur
Caminhada no Vulcão Villarica em Pucón 
Como ir para Puerto Varas
Subir o vulcão Osorno
O que fazer em Frutillar
Passeio em Santiago

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...