sábado, 18 de outubro de 2014

Maceió, praia do Gunga, Maragogi, Ponta Verde e mais

Ah o Nordeste, terra de gente boa e praias maravilhosas. Tudo isso que vimos em reportagens e fotos são a mais pura verdade.

Hoje vou falar um pouco da minha cidade do coração, Maceió, nosso caribe brasileiro.

Tive a oportunidade de visita-la três vezes, e sempre quando deixava a cidade, já tinha a vontade de voltar. Sabe quando dá aquela sensação de peninha?



Hoje vou comentar sobre algumas praias que me marcaram muito, e todas, todas mesmo são de deixar o queixo caído.

Bom, vamos direto ao assunto, Maceió é conhecida pelas suas praias paradisíacas com águas cristalinas que dá até sede. As mais badaladas são a praia do Gunga (uma praia privada onde existe um limite para a entrada de turistas), praia do Francês, Maragogi, Ponta Verde e muito mais.



A praia do Gunga está localizada no município de Barra de São Miguel a 33 quilômetros de Maceió. A praia é composta de águas tranquilas, rodeada por enormes coqueiros e areia branca. Lá encontramos um mirante onde conseguimos ver toda a extensão da praia. É um lugar excelente para quem deseja apenas relaxar, isso porque não encontramos qualquer vendedor na imensa faixa de areia.

A estrutura da praia é excelente, tem estacionamento (e se você tiver sorte, vai deixar debaixo de uma sombra), existem muitas barraquinhas que vendem comidas típicas e é claro, algumas barracas que vendem coisas que normalmente não precisamos né meninas (várias saídas de banho, todo o tipo de chapéu, todo o tipo de bolsa e por aí vai).

A praia também oferece algumas opções de diversão tais como passeio de barco, caiaque, tudo por um preço justo.

Temos também a praia do Francês. Essa praia está localizada no município de Marechal Deodoro. A população local diz que a denominação desta praia refere-se ao período do Brasil Colonial, e esta praia era o local onde os contrabandistas franceses de pau-brasil ‘frequentavam’.

Essa praia já é mais frequentada pelos vendedores de suvenir se é que vocês me entendem. Então, essa praia não é o sinônimo de sossego. Lembro-me da vez que estive nessa praia onde dois repentistas se aproximaram de mim e começaram a cantar, ok foi engraçado, mas não gosto de me sentir obrigada a colaborar rs. Infelizmente eu tentei fingir que estava dormindo, mas não teve jeito, tive que colaborar com a cantoria que fizeram para mim, 15 reais.

Essa praia também tem uma boa estrutura, muitas opções de restaurante, várias pousadas com preços bons e todo o tipo de diversão que você possa imaginar. Passeio de barco para mergulho nas piscinas naturais, passeio de banana boat, barcos jet skis e se bobear tem até o ski bunda (é assim que se escreve mesmo? Rs).

Agora vamos para Maragogi.

Maragogi é o município que está localizado a 125 quilômetros de Maceió. É o lugar perfeito para fazer mergulho nas piscinas naturais. Foi lá onde fiz meu primeiro mergulho com cilindro, claro, eu fui acompanhada por um mergulhador profissional, ele ia me guiando enquanto íamos mergulhando.

Essa frequentada basicamente pelas pessoas que querem conhecer as piscinas naturais, e tenho que admitir, é perfeito. A estrutura da praia também é excelente, mas a única coisa que não me agrada é saber que a maior parte dessa estrutura é dominada pelos estrangeiros, sejam eles italianos ou franceses.

O passeio das galés é imperdível (piscina natural) e é lá onde se encontram os arrecifes de coral. A praia é maravilhosa, águas cristalinas, areia muito branca e coqueiros exuberantes. É em Maragogi onde estão localizados os hotéis mais luxuosos de Alagoas. Vale lembrar que essa praia é bem retirada de tudo, de tudo mesmo. Normalmente as pessoas vão para esta praia pra esquecer da vida.

Foi em Maceió onde eu aprendi realmente a fazer bons amigos. Lembro que na minha terceira visita a Maceió, um dos nossos guias nos intimou a fazer um discurso de nós mesmos.

O guia pergunta ‘quem é de São Paulo levanta a mão’, e vários casais em lua de mel levantam a mão. ‘Quem é de Minas levanta e mão’, e mais uma penca de casais em lua de mel levanta a mão. ‘Quem e de outro estado levanta a mão’, e eu, levanto a mão, e o guia pergunta ‘é a primeira vez da senhorita em Alagoas?’, e eu respondo meio sem graça já que o ônibus estava lotado de casais em lua de mel, ‘não, é minha terceira vez aqui’, e o guia responde ‘você ainda não se enjoou daqui não?’. Pra quem foi hipnotizada pelo lugar voltaria sempre que pudesse ainda mais que é uma das cidades com o povo mais acolhedor que conheci em toda a minha vida. As pessoas podem nunca ter te visto na vida, mas eles te tratam como você fosse da família.

Foi em Maceió que fiz muitos amigos, ou melhor, fui adotada por alguns casais, né Kika e Calil.



Esse casal que citei acima foram uns dos casais com quem fiz uma boa amizade. Até hoje nos falamos, e de vez em quando nos encontramos nas praias do nordeste, sem querer, querendo. Até em Fortaleza nos encontramos por acidente.

Voltando ao assunto, haha, tenho algumas dicas para você que pretende visitar Maceió.

Procure se hospedar em Ponta Verde, é uma praia maravilhosa e é onde estão localizados os melhores restaurantes e hotéis da cidade. Indico os hotéis Porto da Praia e Jatiúca Resort, são dois hotéis os quais fiquei hospedada e não deixam a desejar em seus serviços e estrutura.

O Hotel Porto da Praia é um hotel 3 estrelas mas é muito organizado e fica a uns 100 metros da praia de Ponta Verde.

O Jatiúca Resort é ideal para casais com filhos porque sempre acontecem atividades para as crianças, todas acompanhadas de monitores do hotel. É uma ótima opção para os pais que querem algum tempinho para eles mesmos.

Não deixe de fazer uma bela caminhada pela orla, principalmente no final da tarde quando você pode ver o por do sol. O calçadão foi reformado, então para quem gosta de correr ou apenas caminhar, pode ficar tranquilo porque a segurança é garantida.

Durante a caminhada pela orla você vai se deparar com a feirinha que está localizada na praia de Pajuçara. Vocês mulheres ficarão loucas com tantas opções de lembranças ahah.

Outra súper dica é você jantar no restaurante Rei do Camarão. Esse restaurante também fica próximo à praia de Pajuçara e eles oferecem translado do hotel até o local. Não me recordo o valor, mas se você for com um grupo, o bolso não irá sentir o preço.

Como não haveria de ser, tenho que dar uma dica para você evitar dor de cabeça quando o assunto é segurança.



Evite dar muita bandeira com seus pertences, infelizmente, como em qualquer lugar, Maceió também tem ladrões. Não dê muita bandeira com carteiras, brincos brilhantes sejam eles jóias ou bijus. Procure se vestir como se você fosse um morador local. Se vista de forma simples e mantenha uma postura de uma pessoa segura, sempre com um olho no padre e outro na missa. Fora isso é só de divertir e aproveitar a paisagem.

Em breve vou dar mais dicas sobre Maceió porque senão, quando você se deparar, vai dormir durante a leitura deste post.

Ivanele.

3 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...