segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Fondue no Krocodillo e frio em Campos do Jordão

- Veja como foi o meu dia a dia em Campos do Jordão:

1º dia

Saímos de São Paulo já estava anoitecendo. Chegamos em Campos do Jordão as 9 horas da noite.

Nosso hotel era mais retirado, num lugar calmo e no meio da natureza. No caminho até o hotel passamos pelo restaurante Krocodillo. Paramos para perguntar até que horas ficava aberto, nos disseram que até as 22h. Tínhamos um pouco mais de meia hora. Fomos ao hotel, fizemos o checkin (uma lista imensa de informações para preencher), nos trocamos, deixamos nossas coisas e voltamos para o restaurante.



Pedimos rodízio de fondue, 49 reais por pessoa, inclui fondue de carne, queijo e chocolate. Um problema: o restaurante não aceita cartão. E ninguém tinha dinheiro, eu nunca ando com dinheiro na carteira, só com cartão de crédito. Porém, o gerente que era uma pessoa muito legal, deixou que a gente comesse e pagasse a conta no dia seguinte. Onde, nos dias de hoje, isso ainda acontece? Só em Campos do Jordão.

Eu nunca havia ido num rodízio de fondue tão completo. Começou com fondue de carne e queijo. As carnes vieram cruas, variadas: carne de boi, frango, coração, linguiça e em muita quantidade. Tinham vários molhos para acompanhar. O de queijo tinha pão e legumes. Além de pasteis, batata frita, bolinhos diversos e outros acompanhamentos. Depois de satisfeitos, veio o fondue de chocolate e várias frutas para acompanhar e pode repetir o quanto quiser.

Além disso, o restaurante conta com outras iguarias, como a carne de jacaré. Eu não comi, claro, mas, os demais participantes da viagem aproveitaram para experimentar.

Foi o melhor restaurante da viagem. Recomendo 100%. O queijo do fondue não era tão amargo quanto o que experimentei em Bariloche e estava tudo excelente.

Saímos do restaurante e fomos pro hotel dormir, o próximo dia seria cheio de aventuras.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...