segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Conhecendo Roma durante o Intercâmbio

"O rato roeu a roupa do rei de ROMA".  Nossa como Roma é linda no inicio da primavera. Existe um misto de ventinho gelado do inverno, com aquele céu e sol esplendecente. Achei que acertei na mosca viajar em março.

Na época que visitei a cidade para estudos era bem na época em que nosso querido Papa João Paulo estava passando por problemas de saúde. Como as aulas tomavam muito tempo deixei para visitar a cidade do vaticano num sábado, lembro até que chovia aquela chuvinha boba, sabem? Quem é de Joinville sabe exatamente do que estou falando rs.



Para quem não sabe, a Cidade do Vaticano é uma cidade situada dentro de Roma. Para chegar até lá basta você ir até o terminal central (esse terminal fica bem em frente ao Termini) e comprar seu passe.

No dia que fui visitar a cidade do Vaticano foi um parto eu chegar até lá. Imaginem vocês estarem cercados de turistas e os turistas estarem mais perdidos que cego em tiroteio.

Primeiro fui achar a máquina onde eu conseguiria comprar o passe. Fiquei um tempão parado em frente ao equipamento tentando entender como funcionava. Primeiro coloca a moeda e aperta o botão? Ou Aperta o botão e coloca a moeda?

Depois de alguns minutos brigando com a máquina, se aproximam de mim um casal e me perguntam como funciona pra comprar o ticket. Coitadinhos deles, mal sabiam que eu estava tão perdida quanto eles.

Primeiro nosso diálogo começou em inglês, e depois terminou em espanhol, isso porque esse casal era da Colombia. Não é a primeira vez que começo a falar com alguém em uma língua e termino em outra, mas isso são histórias dos próximos capítulos.

Depois de muito trabalho, compramos os tickets, mas detalhe, não existe qualquer fiscalização na entrada nos ônibus para verificar se você comprou ou não o passe. Não existe catraca, não existe cobrador. Até hoje não entendo o que eu deveria ter feito para mostrar que eu havia pagado pra andar de ônibus, mas tudo bem.

Levamos cerca de 20 minutos do centro de Roma até a cidade do Vaticano e vocês não tem noção do esquema de segurança que exista para entrar na Basílica de São Pedro. Qualquer tipo de metal, qualquer que seja você é obrigado a mostrar ao oficial, seja um grampo, uma chave ou uma moeda.

Depois da revista feita, enfrentamos uma fila para entrar na Basílica. Eu fiquei maravilhada com a beleza do lugar. Em cada canto da basílica tinha uma pequena capela onde eram realizadas missas, e uma dica, se você entrar numa das capelas, você não pode mais sair até que a missa termine isso porque você deve manter respeito durante as celebrações. Se você tentar sair da capela durante uma celebração você pode ter certeza que um guarda bem grande vai te impedir. Digo isso porque eu fui barrada na saída.

Na basílica você tem a oportunidade de subir na cúpula da basílica, porém você vai ter que desembolsar uma graninha. Na época eram cobrados 70 euros. Como eu fui com o dinheiro contato para essa viagem, resolvi não pagar.

Você pode também conhecer os túmulos dos papas que ficam no subterrâneo da basílica. Inclusive quando eu fui já estava pronto o túmulo do João Paulo.

Depois de muito bater perna na basílica e nas lojinhas de lembranças, eu e esse casal de colombianos resolvemos conhecer a pizza italiana. Ó céus, que decepção, a pizza de anchova tinha a anchova inteira. Era tão triste de ver que eu acabei comprando pizza de Mussarela.

Além de sem graça era caro, caríssimo, a água então, era uma facada, parecia até que eu havia pedido uma garrafa de vinho.

Depois desse maravilhoso lanche, fomos bater perna sem rumo pela cidade, fomos até a Piazza di Spagna (Praça de Espanha) onde temos uma bela vista da cidade.



Depois disso chegamos até a famosa Fontana de Trevi, um lugar lotado de turistas. Ah, chegamos até a jogar as moedinhas na fonte. Reza a lenda que se você jogar uma moeda, você retorna a Roma, se você jogar duas moedas, você encontrará o amor da sua vida, e se você jogar três, você não irá se divorciar. Eu joguei 3 haha, mas todas de um centavo de euro. 



Será que com essa mixaria anula o meu futuro divórcio?

Gente hoje eu vou ficando por aqui, mas no próximo post vou trazer mais histórias do meu intercâmbio.


Arrivederci e a presto.

Iva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...