domingo, 26 de outubro de 2014

Como viajar ao Rio de Janeiro gastando pouco

No post de hoje vou contar minha experiência no Rio de Janeiro (dois dias loucos), no bom sentido claro. E, principalmente, ensinar como é possível conhecer o Rio de Janeiro gastando pouco.



Sabe aqueles dias que você pensa em fazer uma viagem, mas não está a fim de gastar muito, ou, realmente não tem um tostão no bolso, mas mesmo assim quer viajar? Então, quando você estiver com aquele espírito aventureiro opte pela hospedagem em Hostels.

Hostel nada mais são que albergues muito bem estruturados com o objetivo de oferecer ao turista um lugar para descansar e se alimentar com preços muito atrativos. O objetivo não é oferecer luxo, mas sim bad and breakfast como diriam os ingleses.

A minha estada no Rio de Janeiro foi basicamente com o intuito de assistir ao show de Sir Paul McCartney. Fiz várias pesquisas para encontrar o hostel localizado estrategicamente perto do Estágio de Engenhão e próximo do aeroporto.

Encontrei o Bellas Artes Hostel, um lugar súper agradável, bem aconchegante, mas devo admitir que apesar da proximidade com o aeroporto, era um lugar um tanto escondido. Toda a vez que eu tenteva explicar ao taxista onde o hostel era localizado os motoristas riam da minha cara.

Neste hostel como nos hostels do mundo inteiro você tem a opção de ficar em quartos compartilhados ou quartos privativos. Eu tive tanta sorte que eu reservei uma cama no quarto compartilhado e neste dia não tinha ninguém para compartilhar o quarto comigo rs.

Lá eles serviam um café súper reforçado, mas tinha apenas uma regra, sujou limpou. Outra coisa também que me chamou a atenção é que mesmo eu estando sozinha no quarto, fui instruída a não mexer nos demais beliches, isso porque o pessoal da admistração queria garantir que caso aparecesse outro turista chegasse, ele não teria que se estressar com bagagens de pessoas abusadas (no caso eu rs).

O hostel também disponibiliza armários para você guardar seus pertences, mas, o turista se encarrega de trazer seu próprio cadeado, e caso você esteja desprevenido, eles vendem cadeados com chave no valor de 5 reais. Viajantes, indico a vocês também tragam suas roupas de cama, um lençol uma fronha pra colocar em sua cama. Como eu até esqueci escova de dente, pijama, não iria lembrar jamais de trazer roupa de cama comigo rs.

Devo admitir a você que esse tipo de hospedagem também te permite fazer muitas amizades, e até amizades internacionais. Nessa época eu ainda era uma ostra, então não tive a oportunidade de fazer um belo networking. Tem tanta gente bonita que vocês não tem noção.

Agora vamos falar sobre o que realmente interessa, valores. O valor da hospedagem no Bellas Artes era de 50 reais a diária com café da manhã incluso, já o valor para o quarto individual não passava de 110 reais.

Hoje os albergues também procuram oferecer facilidades aos turistas, se você quiser fazer um passeio, eles te oferecem os ingressos, na noite rola happy hour com os hóspedes e você tem até a possibilidade de mostrar suas habilidades artísticas. Já pensou em cantar na frente de um gringo viajante e ele sem querer um agente mega famoso?

Se você está naquela dúvida cruel, não fique, é barato, é seguro e é divertido, então aproveita!

Boa Viagem, Iva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...