sábado, 30 de agosto de 2014

Sobre a Autora

Olá pessoas!

Vocês, que sempre visitam o blog, lêem o que escrevo, as vezes se perguntam: tá, mas quem é essa louca?

Como já sabem eu me chamo Aleide. Nasci e morei em Joinville durante 23 anos da minha vida. Lá eu cresci, estudei, é de lá esse meu sotaque cantado e esse meu jeito meio "fechado" de ser.

Um dia eu perdi a minha mãe e descobri o quanto a vida pode ser dura e que ela não é pra sempre, nada é pra sempre. Nesses momentos a gente acaba vendo quem realmente está do nosso lado e descobre pessoas que nunca pensamos que seriam tão próximas de você.

E tudo isso me fez sair, um pouco, da minha zona de conforto. Foi aí que resolvi mudar de cidade e respirar novos ares (poluído).

Mudei para São Paulo.

Nova casa, novo trabalho, novas pessoas, nova cidade. Longe do conforto da casa dos pais, dos amigos, longe do apoio e da facilidade dos conhecidos e da cidade pequena.

Lutei, caí, levantei e me adaptei. (menos com a filas, sério!)

Meu pai faleceu e eu caí de novo. Levantei de novo.

Fiz o caminho de santiago que me mudou profundamente, terminei um relacionamento longo, fiquei um período sozinha. E num carnaval, conheci meu amor.

Voltei a dirigir e hoje estudo o que sempre sonhei: sou caloura em medicina veterinária.

E hoje estou aqui! Sempre que posso, passo um tempo exercendo minha paixão: escrever. E posto tudo que vem na minha cabeça. Sou uma pessoa que muda de opinião, gostos, sonhos como muita facilidade. Posso escrever de qualquer coisa e me interessar por qualquer coisa.

Hoje sonho em morar numa casa / pousada na praia (eu, meu noivo, mais uns 3 cachorros, 1 cabra, 1 macaco, 1 galinha, etc), viajar pelo mundo, ter um restaurante / café / bar, surfar e ser feliz.

Tenho um lado espiritual tão miscelânico quanto minha vida: fui criada na igreja católica, acredito no espiritismo e gosto do budismo.

Tenho uma cachorra que se chama Sunny, ela acha que é gente, arrota na minha cara e odeia motoboys.

Sou paranóica e acho que vou morrer a qualquer momento por qualquer dor de cabeça, quando recebo uma ligação logo acho que morreu alguém.

Perco horas no corredor de papelaria, e adoro ver fogos de artificio (de longe, o barulho alto me assusta e estressa um pouco).

Amo livros e sou viciada neles, mas prometi a mim mesma que só comprarei novos depois que terminar de ler os que já tenho (hmmm que cheiro bom que livro novo tem) e (mentira, já comprei outros).

Sou uma criança e gosto de ser assim. Sou teimosa e autoritária, odeio perder o controle das coisas, ou não saber das coisas.

Sou preguiçosa e comilona. Deve haver 5 minhas dentro de mim.

Enfim, essa sou eu.



Seja bem-vindo.

Quer divulgar sua marca aqui? Quer falar sobre projetos? Quer trocar uma idéia com a autora e redatora do blog? Quer sugerir, criticar, elogiar?

Fale comigo.

Beijos e prazer em conhecê-los.

Um comentário:

  1. Aleide, gostei muito do seu blog! voce escreve muito bem!!! Em varios pontos da sua historia se assemelha a minha.
    A matéria da física quântica mexeu muito comigo, porque o cenário que eu vejo, não é o que sinto muito menos o que imagino! acredito que posso voar, porque me sinto muito feliz quando um pássaro voa em minha frente, acho que fui um pássaro em vidas passadas. Me vejo voando de um país para outro com isenção total de taxas e tambem me vejo a correr numa fazenda tão próspera que exala o cheiro das diversas frutas, legumes e flores que tenho a honra e o direito de cuidar e ususfruir. Alem de sorrir a toa ao ver meus 6 gatinhos subindo nas arvores e correndo por toda a fazenda e depois vindo me contar do quão estão felizes agora. Muito obrigada Aleide!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...